//Jornalismo esportivo na Copa: fanatismo, amadorismo ou achismo?

Jornalismo esportivo na Copa: fanatismo, amadorismo ou achismo?

A Copa do Mundo acabou, infelizmente, mas dentre os legados que um evento como este nos traz está a reflexão sobre como anda o jornalismo. A análise que faço é de uma recém formada, que também é apaixonada por esportes, e como boa parte dos repórteres da área também é uma ex atleta.

Acompanhei a Copa 90% do tempo pelo SporTv, tanto as transmissões como análises e comentários. A cobertura de um modo geral me agradou, ótimos profissionais, várias informações em tempo real. Mas algumas coisas, principalmente quando feitas análises da nossa seleção, me incomodaram um pouco.

A insistente cobertura em cima de Neymar, a cobrança sob as decisões de Tite, as coincidências entre algo que acontecia com alguma outra Copa em que o Brasil foi campeão… situações que me fizeram questionar sobre os motivos que levaram a essas situações. Seria um fanatismo por se tratar do nosso país? Um certo amadorismo por conta dos debates serem encabeçados por outros futebolistas e não necessariamente pela precisão e apuração jornalística? Ou, de forma generalista, baseada pelo achismo da sensação brasileira de que todos somos um pouco técnicos de futebol?

Difícil afirmar. Talvez seja um pouco de tudo. Deve ser realmente difícil abrir mão das convicções de torcedor, ainda mais vivendo o clima tão de perto. Mas confesso que essas situações me deixaram incomodada em alguns momentos.

Não que o jornalismo esportivo deve mudar. São características dele. Mas senti uma falta de cuidado por parte dos jornalistas, que talvez estejam cada vez mais se tornando um comentarista do que um informador. Comentarista assim como eu, que agora escrevi um texto para criticar os comentários deles.

Talvez o jornalismo seja um pouco disso também: alguns tentando fazer, outros pensando em fazer diferente, e outros apenas tentando dar um pitaco.

Vale a reflexão.

Redatora, Jornalista por formação e apaixonada por futebol. Apucaranense de berço e ponta-grossense de coração.