//9 motivos para não perder a 1ª edição da Campus Party Executive

9 motivos para não perder a 1ª edição da Campus Party Executive

Mineração de criptomoedas e a chance de ver uma operação de Blockchain de perto são uma das novidades que fazem parte da Campus Party Brasil 2018. Evento será realizado no dia 1 de fevereiro, no Anhembi.

“Costumo dizer que a Campus Party é um organismo vivo e dinâmico. A cada edição, estimulamos novos formatos para engajar jovens, empresários e instituições e entendemos que esta evolução faz parte do nosso DNA de inovação”, revela Tonico Novaes, diretor geral da Campus Party Brasil.

Foi com este pensamento que, em parceria com instituição de ensino ESPM e o Grupo DARYUS, que a Campus Party Executive estreia em São Paulo, no dia 1º de fevereiro, dentro da programação da 11ª edição da Campus Party Brasil. Confira nove destaques do evento:

  1. Pensar na utilização das tecnologias, com foco na geração de negócios por meio de palestras de curta duração, entre 20 e 30 minutos;
  2. Vivência de uma operação Blockchain com Don Tapscott, um dos líderes mundiais no impacto que a tecnologia causa nos negócios e na sociedade e autor do livro “A Revolução Blockchain: como a tecnologia por trás do Bitcoin está mudando o dinheiro, os negócios, e o mundo”,
  3. Aprender a minerar criptomoedas como o Bitcoin, Ethereum, Ripple, Litecoin e entender tudo sobre capitalização desse mercado,
  4. Entender, com o cientista de dados especialista em business analytics, Ricardo Cappra, o funcionamento do Big Data e sua aplicação de forma imediata em quaisquer verticais de negócio,
  5. Conhecer as práticas de Open Innovation utilizadas por indústrias e organizações globais para pensar e pesquisar o desenvolvimento de novos produtos e serviços de forma aberta;
  6. Ter uma visão sobre o futuro do trabalho que já está direcionando uma nova geração, assim como competências e conhecimento tecnológico necessários para os próximos anos, com mentoria do fundador da Campus Party, Paco Ragageles;
  7. Ter a oportunidade de um encontro com Marta Gabriel, umas das principais pensadoras digitais do Brasil, para discutir negócios disruptivos e as oportunidades da transformação digital para sua empresa;
  8. Entender como sua organização pode se preparar para as fake news e a era da pós-verdade,
  9. Encontro e mentoria com os campuseiros para troca de experiências e network.

Redatora, jornalista no aguardo do diploma e apaixonada por futebol. Apucaranense de berço e ponta-grossense de coração.