//50% das mulheres sofrem preconceito em empresas de comunicação

50% das mulheres sofrem preconceito em empresas de comunicação

Segundo a Federação Internacional de Jornalistas (FJI), uma a cada duas jornalistas sofrem preconceito de gênero no ambiente de trabalho. O dado foi divulgado no último dia 04, e teve como base o depoimento de 400 mulheres.

Este tema vem gerando constantes debates no campo da comunicação, e recebeu atenção na última edição do Comunica, em uma mesa voltada para o espaço de mulheres no mercado ponta-grossense.

A assessora de imprensa, Nadja Marques, com mais de 20 anos de carreira, fez parte do painel, e explicou a motivação que a levou a aceitar o convite e participar do evento.

“O mercado em Ponta Grossa vem se consolidando, e é muito bacana poder dividir experiências com outras mulheres. Eu sempre me impus como profissional, e este foi meu alicerce para chegar onde cheguei”, comentou.

Redatora, jornalista no aguardo do diploma e apaixonada por futebol. Apucaranense de berço e ponta-grossense de coração.